quinta-feira, 19 de maio de 2011

A Essência do Benfica

Este texto de “O Benfica Sou Eu” representa a essência do Sport Lisboa e Benfica.


Este nosso companheiro teve a sorte de ver a sua pena ser guiada por Cosme Damião, Maurício Vieira de Brito, Borges Coutinho e muitos outros, aos escrever estas linhas.

É desta serenidade que precisa o Sport Lisboa e Benfica!

Parabéns, companheiro!



“Meu caro Presidente,



Estivemos juntos várias vezes e numa das saídas do Benfica para a Liga Europa tivemos oportunidade de nos cumprimentar e trocar algumas palavras. Tenho por si e por qualquer pessoa que represente a nossa grande Instituição o maior apreço e não me ouvirá nunca tecer críticas pessoais fáceis e oportunistas contra a sua pessoa, porque não é o meu estilo.



Começo exactamente por aí. O seu estilo de Presidente é hoje fácil de analisar.



Está no Benfica há 10 anos e foi uma pessoa fundamental no mandato de Vilarinho e depois nos seus mandatos como Presidente, porque contribuiu decisivamente para a credibilização do Benfica junto de fornecedores, da banca e foi uma das pessoas responsáveis pelas construções do Estádio e o consequente parque desportivo criado nesse perímetro, do centro de estágio do Seixal e de algum saneamento financeiro que o Benfica tanto ambicionava.



Além disso, recordo que foi no seu mandato que "alguém" se lembrou de dar nomes às bancadas e com isso trazer receitas extraordinárias importantes, antes do Benfica poder finalmente vender o naming da nossa catedral e foi também no seu consulado de presidente que demos nova vida às publicações do clube - jornal, revista Mística e o novo canal Benfica TV.



Também não esqueço que foi no seu mandato que dinamizámos a campanha de "maior clube do mundo em associados" fruto de aguerridas e agressivas campanhas de marketing fazendo do cartão de sócio do Benfica um verdadeiro cartão de descontos, facilitando com isso a angariação de indecisos que sendo apaixonados pelo Benfica não tinham ainda a motivação necessária para se fazerem sócios e conseguiu criar uma marca nova para os famosos cativos - Red Pass - com especial sucesso numa altura sempre importante de contratações e de definição de orçamentos como é o início de época.



Por tudo isto e por vir com Vilarinho depois de Vale e Azevedo, tem o seu nome associado à história de grandes pessoas que serviram o Benfica e vai ser o nosso Presidente com mais anos de mandatos o que só por si será Histórico.



Também tenho que lhe dar os Parabéns pela dinamização de todas as modalidades e em vários escalões, mantendo e cumprindo a sua promessa de fazer do eclectismo do Benfica, uma imagem de marca das direcções por si presididas e pela maneira como "armou" o Benfica com as casas do Benfica espalhdas pelo mundo.



Por tudo isto, os meus sinceros Parabéns e o agradecimento pelo bem que tem feito ao serviço do grande Sport Lisboa e Benfica.



Depois de assistir à sua entrevista na Benfica TV a semana passada, eu fiquei com uma ideia clara de que pelo menos mais um objectivo você vai conseguir cumprir e que muito me satisfará. Disse que até ao final do seu mandato teremos o novo museu do Benfica inaugurado e essa, é uma das obras mais importantes dos últimos 25 anos porque eu sou dos poucos que sei realmente como estava o espólio do Benfica, há mais ou menos 18 anos.



Há muitos anos, ainda no tempo do senhor Manuel Damásio eu tive a oportunidade de ajudar a catalogar todo o espólio de taças que o Benfica tinha. Nesse tempo, todas esses troféus estavam colocados por baixo do terceiro anel e eu andei aí com outras pessoas a tentar apanhar uma ponta que se pudesse pegar na vergonha que ali estava diante dos nossos olhos. Aí andei algumas semanas a fazer um trabalho complicado e de grande paixão, mas a liderança do Presidente e das pessoas que estavam abaixo dele não mostraram grande interesse na continuação dessa empreitada e tudo ficou no mesmo local, dando por perdido todo o tempo ali despendido e deixando no mesmo local frio e húmido toda a história - ou grande parte da história - do nosso Sport Lisboa e Benfica.



Nunca mais soube desse espólio mas sei que hoje, entre algumas coisas roubadas, entre algumas coisas perdidas e entre outras coisas desaparecidas, temos uma equipa profissional a trabalhar nessa área e a fazer o inventário de tudo, a restaurar o que deve ser restaurado e a tratar do que teve décadas a ser totalmente esquecido.



E sabe, senhor Presidente, porque no seu mandato este museu vai ser inaugurado? Porque o senhor sabe gerir estas equipas e sabe gerir estes timings. O senhor sempre mostrou que na sua vida sabe gerir empreitadas difíceis, trabalha bem com os senhores da construção civil, sabe dar um berro onde deve ser dado e fazer ouvir a sua voz com este tipo de interlocutores. Eu não tenho o mínimo talento para gerir obras, mas sei que o senhor Presidente tem esse talento e tem essa capacidade de saber gritar quando é necessário e motivar essas equipas para cumprirem com um timing acordado, ou para trabalharem mais e melhor.



O problema destes 10 anos que já leva trabalhando e servindo o nosso clube, é que ninguém consegue fazer tudo bem e com esta conjuntura do desporto em Portugal neste momento - futebol e amadoras - penso que já deu muito ao Benfica, mas não pode dar muito mais na vertente desportiva porque a verdade é que o senhor Presidente tem um estilo, um discurso e uma maneira de ser, oposta ao que o Benfica precisa nos próximos anos para conquistar definitivamente a parte desportiva e afirmar-se novamente como um clube dominador nas várias modalidades.



Sinto que o seu tempo no Benfica está a chegar ao fim e sei que antes de sair, deixará os acordos assinados para os direitos televisivos, sei que o museu será inaugurado, sei que deixará tudo organizado ao nível das amadoras, sei que deixará contratos de publicidade estáveis e longos com Sagres com Adidas - ou outra marca de roupa - com a PT e até pode ser que deixe o naming do Estádio definido... Se conseguir tudo isto, deixará uma marca no clube que jamais será esquecida.



No entanto, falta-lhe a inteligência, savoir faire e sensibilidade para saber gerir futebol e saber gerir a parte desportiva no geral. Por mais que tente arranjar pessoas ao seu lado que saibam fazer as coisas, ou que o Presidente pense que sabem fazer as coisas bem feitas, também gosta de opinar e depois acaba por não deixar mais ninguém mandar.



Sabe senhor Presidente, que quando fala das equipas maravilhosas que fazem parte da gestão do nosso clube - e eu acredito que existem alguns bons profissionais - isso não se repercute na gestão desportiva, não se repercute na atitude dos treinadores, dos jogadores e na comunicação (ou falta de comunicação) entre o Benfica e os media, entre o Benfica e os adversários ou entre o Benfica e os seus próprios sócios.



Sabe senhor presidente, quando isto tudo é visível?



Quando a equipa de futebol profissional passa o ano a brincar e ninguém entende isso. Quando a equipa profissional foi humilhada a toda a linha na champions league, no campeonato - 21 pontos atrás do FCPorto será sempre humilhante - quando foi humilhada na Taça de Portugal em casa, quando é humilhada em Braga para a Liga Europa e quando todos assobiam para o lado sem que exista uma liderança forte que segure o barco.



Eu vi-o falar na Benfica TV e deu-me pena. Pena porque tenho simpatia por si, deu-me pena pela sua total incapacidade em entender que o seu tempo está a chegar ao fim e entender que os seus talentos como Presidente são outros que não a gestão desportiva.



"Quem treina o Benfica arrisca-se a a ser campeão" dizia-se nos idos anos 60 ou 70. Hoje quem treina o FCPorto é seguramente campeão, mesmo que não ganhe nada em mais nenhum outro clube como tantos treinadores que por ali passaram.



Quem é Presidente do Benfica durante três mandatos arrisca-se a ser campeão várias vezes e o senhor Presidente foi até agora, campeão duas vezes o que é manifestamente pouco.



Ganhou poucas Taças de Portugal, fez pouca coisa na Europa e se não fossem as novas Taças da Liga que temos dominado, pouco se podia dizer do seu mandato desportivo. As razões para que isso aconteça, são várias e não quero falar disso agora, porque o senhor será o meu Presidente até ao ultimo dia, tratá-lo-ei por "senhor Presidente" até ao seu último dia de vida e terei por si o maior respeito e amizade, sempre.



Mas acredite, que o seu tempo está a chegar ao fim e não queira prolongar o seu mandato ou não queira deixar "benjamins" da sua gestão no seu lugar de Presidente.



O senhor Presidente não tem a força nem a juventude que o Benfica precisa neste momento, o senhor Presidente e a sua equipa não têm a inteligência e o saber estar/saber fazer necessários para poder encarar estas próximas épocas que se avizinham.



Eu passo muito tempo fora de Portugal e nem por um dia me esqueço do Benfica. Acompanho a equipa a todo o lado e venho ao Estádio da Luz acompanhar todos os desportos - no próximo domingo vou apanhar um avião de manhã em parte incerta da Europa para estar no terceiro jogo do playoff de Basquetebol e fazer o meu trabalho como grande benfiquista que é apoiar despreocupadamente - mas entendo tão bem o problema principal do nosso Benfica e sei que para resolver esse problema do Benfica a nível desportivo só existe uma solução.



Começo por dizer lhe que o óbvio problema é a gritante falta de liderança e uma hierarquia pouco identificada com os verdadeiros valores do Benfica.



Eu disse várias vezes este ano que o Benfica andava à deriva e que Jorge Jesus não estava a conseguir ter mão na equipa, independentemente dos erros ou das virtudes tácticas do nosso treinador, que isso não devemos discutir.



Era óbvio que as derrotas que íamos somando no campeonato e na champions league eram assimiladas pelos jogadores, como se nada fosse. Era óbvio que não havia liderança e eu quero dizer-lhe meu caro Presidente que estive em hotéis no estrangeiro onde a nossa equipa pernoitou e vi muita coisa que não são normais de ver numa equipa de alta competição.



Eu não culpo os meninos que têm 21 anos (ou outros com pouco mais de idade) que querem fugir dum hotel - sim vi com os meus olhos e ninguém me contou - mas o que me preocupa é que ninguém na nossa estrutura queira sequer saber ou estar de olhos atentos ao que se passa. O que me preocupa é que os jogadores não têm medo de nada porque não há disciplina que os castigue, porque não há solidariedade e porque não há nada naquela equipa e naquela estrutura que soe a "ganhador".



Eu já disse e repito que o respeito muito e nutro por si um sentimento de agradecimento incondicional, mas não lhe revejo características inatas para gerir este barco, na vertente desportiva. Digo-o com pena e com uma imensa tristeza.



A vertente desportiva do Benfica não é apenas vender, comprar, definir os nomes, fazer mais valias ou gerir com o fundo de investimento dos jogadores. É muito mais que isso... O dia a dia do futebol tem de ser vivido com alegria, com motivação, também com brincadeira e espirito de grupo aqui ou ali, mas com muita responsabilidade por todos. Muito respeito pelo clube que servem em cada treino, em cada jogo, ou em cada momento que estão com a águia ao peito (e isso inclui obviamente as concentrações nos estágios da equipa).



Acho que neste momento a equipa precisa duma revolução e a nossa direcção é demasiado burguesa para poder dar esses passos.



Não leve as minhas palavras a mal quando falo em burguesia, porque sei donde veio e os valores que defende, mas não se engane mais e tente ver o que se passa no nosso Benfica. Não é por Jorge Jesus ter um discurso do futebol que vai saber liderar pessoas que lhe perderam o respeito há muito tempo.



Não podemos ter um director desportivo que não tem voz activa, nem respeito dos jogadores numa estrutura que você mesmo criou e que você mesmo desautorizou variadíssimas vezes.



Não podemos ter uma equipa construída por brasileiros e argentinos, sem identidade portuguesa e sem os valores de "Ser Benfiquista" enraizados em toda a estrutura.



Não podemos ver uma equipa de férias desde há muito tempo sem que ninguém na estrutura, tenha reparado ou dado um murro na mesa.



Não podemos ter uma equipa que sente a derrota com total impunidade, como algo normal e sem sequer se preocuparem com essa mesma derrota.



Não podemos ter uma estrutura de futebol que deixa os jogadores saírem do ultimo jogo no Estádio da Luz directos ao balneário, sem virem agradecer o apoio dos sócios.



Sabe o que eu faria se estivesse no seu lugar neste passado sábado? Eu juro-lhe que vinha cá abaixo ao balneário e estando nus, em cuecas, vestidos ou semi vestidos, obrigava-os a voltarem ao relvado e irem agradecer como Fábio Coentrão o fez. E sabe porque Fábio Coentrão o fez ? Não é porque se vai embora para um outro clube - sim é verdade que o vai vender, mas não se foi despedir - mas sim porque ama o Benfica, sente o Benfica e sabe que ninguém se despede duma época diante de 30 000 sofredores que com tudo perdido ainda vão ao estádio, a correr para o balneário.



Sabe quando se nota que tudo está perdido naquela estrutura? É quando no inicio do consulado de Jorge Jesus, o próprio treinador os obrigava a virem ao terceiro anel agradecer o apoio - em casa e fora - e agora ninguém tem respeito por ninguém.



Custa assim tanto, sentir um clube? Custa se me pedirem para sentir o Boca Juniors ou o São Paulo... Mas se me pedirem para sentir o Benfica eu tenho os valores, a história e o contexto porque sou português, mas mesmo que não seja português, eu tenho de sentir a disciplina e o respeito pelos valores do clube.



Meu caro Presidente, entendo que o seu silencio às constantes atordoadas de Pinto da Costa ao Benfica é o melhor que pode fazer, mas o Benfica não pode deixá-lo sem resposta. Não podemos estar um ano a ser bombardeados diariamente com frases surreais contra o Benfica sem que ninguém lhe chame nos olhos "corrupto, mentiroso e mau carácter".



Não podemos ouvir uma pessoa ir para Dublin dizer que "chega à final sem mãos" (citando o saudoso Vata) e ninguém lembre a esse senhor "que além da final de champions de Mourinho que roubaram escandalosamente o Manchester United nos quartos de final, ninguém no nosso clube anda a comer com árbitros antes ou depois de jogos internacionais, não temos árbitros com declarações de viva voz no YouTube a declarar que viajaram para Marrocos à conta do nosso clube ou que influenciaram resultados com pagamentos de prostitutas e também não andamos nas páginas dos jornais internacionais pelas piores razões de corrupção."



Eu não estou a exigir nada mais de si e não lhe pedirei nada mais a não ser que acabe o seu mandato com a dignidade que merece como pessoa e que o Benfica merece como Instituição.



Entendo que queira manter Jorge Jesus pelo contrato que assinou e porque não tem força nem vontade para começar um novo ciclo, quando o seu próprio ciclo se está a fechar, mas lembre-se que não estamos preparados para mais um "caso Fernando Santos" ou para uma prematura chicotada psicológica nesta nova época. Lembre-se meu caro Presidente que as hostes encarnadas estão muito desmotivadas e que este será um ano de crise nacional e difícil nas renovações dos Red Pass, será um ano difícil para receber as quotas dos 240 000 sócios e será um ano de tolerância zero para um plantel que se quer a jogar nos limites da motivação, do sacrifício e da paixão pelo clube.



Se a isso juntarmos a disciplina que ninguém consegue impor nesta estrutura - e por favor nem quero ouvir falar de Couceiro ou de Octávio - teremos os condimentos necessários para podermos fazer uma época digna.



Sabe, meu Presidente, ser digno na derrota é algo bonito no desporto. Perder quatro vezes com FCPorto, ser eliminado contra SCBraga e ter não sei quantas derrotas num ano pode ser desastroso, mas podem haver aplausos no fim se todos virmos que a nossa equipa deu tudo em campo e foi derrotada por alguém superior. Isso é normal e pode acontecer. O que não pode acontecer é ver esta equipa de férias desde há várias semanas sem que ninguém conseguisse motivá-los para ir a uma final europeia ou para ganhar à Naval na Figueira da Foz, por exemplo.



Não acredito em "equipas B" no Benfica. Quem representa este clube tem de lutar para ser sempre mais forte que os adversários mesmo que perca no final. O que se passou este ano foi algo que não víamos há muito tempo e que seguramente não me lembro de ver em tempos recentes.



Sabe que enquanto existirem pessoas na nossa estrutura que não consigam impor o respeito pelo Benfica aos nossos jogadores, eles sentirão que podem fazer o que querem. Enquanto continuarmos a chorar os penalties não marcados e as roubalheiras que nos fazem nos relvados a cada semana, os jogadores vão achar que essa desculpa também os desculpará a eles pelo mau profissionalismo em campo e fora dele.



Neste momento já entendemos que o Presidente não tem o perfil para que o respeitem como o chefe absoluto e o seu trabalho terá que ser noutras áreas de gestão, mas ao contrário de dizer que vai delegar menos, tente arranjar alguém que possa fazer esse trabalho bem feito, veja quem pode chefiar o nosso departamento de comunicação sem toques de vedetismo e tente acabar o seu mandato com paixão pelo clube, com humildade, à Benfica e com uma vontade imensa de "fazer Bem".



Meu caro Presidente, até ao ultimo dia da sua vida terá aqui um sócio agradecido, mas pense seriamente em dar o máximo no que resta do seu mandato nas áreas que domina, delegar em quem sabe o que você manifestamente não tem talento para fazer e prepare a sua saída com obra e com alguns resultados. Todos sabemos que a memória que conta no futebol é o presente e se conseguir dar mais disciplina a toda a estrutura do futebol e das amadoras, se conseguir que os jogadores corram o dobro de todas as outras equipas e se conseguir alguns títulos, sairá pela porta grande do nosso estádio.



Para mim, será já o melhor presidente dos últimos anos, não pelo que ganhou, mas pelo que deixará para o próximo poder ganhar. Espero que entenda que o seu tempo está a chegar ao fim e dê o máximo para poder sair com elevação e nível.



Um grande abraço Presidente e felicidades pessoais e profissionais.



Força Benfica”

3 comentários:

Anónimo disse...

[url=http://cialisonlinehere.com/#pjhed]generic cialis[/url] - buy cialis , http://cialisonlinehere.com/#wrmgm cialis without prescription

Anónimo disse...

Hello there, I found your website by means of
Google whilst looking for a related topic, your website came up, it appears to
be like great. I've bookmarked it in my google bookmarks.
Hello there, just was aware of your blog thru Google, and located that it's truly informative.

I'm gonna watch out for brussels. I'll appreciate when you continue this in future.
Many folks will probably be benefited out of your
writing. Cheers!
My website :: latest arsenal transfer news

Anónimo disse...

Very nice post. I just stumbled upon your weblog
and wanted to say that I have really enjoyed browsing
your weblog posts. In any case I'll be subscribing on your rss feed and I am hoping you write once more very soon!
Feel free to visit my web page ... transfer news chelsea